A importância do controle de acesso em tempos de compartilhamento de dados

26/01/2021 Por Carolina Souza

Atualmente é crescente a demanda de diversos atores de wealth management por soluções que permitem uma atuação mais eficiente e de menor custo e isto passa invariavelmente por aumentar os níveis de STP (Straight Through Processing) nos diversos fluxos existentes no negócio.

Os níveis de STP estão diretamente relacionados à capacidade de compartilhar, receber e tratar os dados com eficiência.

Neste contexto, tem havido um crescimento exponencial na utilização de APIs (Application Programming Interface) que nada mais são que um conjunto de rotinas e padrões para acessar dados de diferentes sistemas, ou seja, permitem a integração entre os mesmos.

Estas integrações permitem a entrega de produtos cada vez mais completos aos usuários ao mesmo tempo que impõem a necessidade de protocolos de autorização robustos que evitem que a utilização de APIs e quaisquer outros métodos escancarem as portas de seus sistemas e consequentemente aumentem o risco de exposição dos dados.

Estes protocolos – como o OAuth – servem para garantir que haja controle e limitação de acesso aos dados.

É de fundamental importância estar atento e utilizar protocolos de segurança confiáveis nas estruturas de sua empresa e que seus fornecedores façam o mesmo.

Sobre o autor:

Carolina Souza

Senior Product Specialist. Carolina possui 19 anos de experiência no mercado financeiro, atuando em diversas famílias de produtos; destacadamente em Tesouraria, Mercado de Capitais e Lending. Já teve experiência em estruturação de área de Operações, desenvolvimento de Produtos e liderança de equipe de Vendas especializadas. Hoje é especialista de desenvolvimento de Produtos do time BRITech.

← Voltar ao blog