Risco de liquidez e a necessidade de um gerenciamento eficiente

Por Luan Fino on

Quando um ativo não é liquidado em tempo razoável ou pelo preço justo, existe a possibilidade de perda de capital, resultando assim, no que conhecemos como risco de liquidez. Isso pode ser observado facilmente em ações que possuem uma baixa movimentação diária na bolsa de valores, por exemplo.
Dessa forma, além do risco de liquidez no mercado de investimentos estão presentes mais três ameaças: o risco de mercado, de crédito e operacional. Isso considerando apenas os riscos pertencentes ao grupo não-sistemático.
Considerando tudo isso, abordaremos a seguir alguns aspectos do risco de liquidez e os pontos fundamentais para um gerenciamento eficiente.

 

Como o risco de liquidez afeta os investimentos?

O maior empecilho gerado pelo risco de liquidez é a impossibilidade de venda de um ativo pelo seu valor real de mercado, que costuma ocorrer toda vez que as demandas estão baixas, ou seja, quando não há muitos investidores interessados em adquirir o ativo. Nesse sentido, é correto afirmar que quanto maior a demanda por uma ação ou título menor será o seu risco de liquidez.
Nesse cenário, a dinâmica dos investimentos, sobretudo os de renda variável, está muito condicionada às variações do mercado financeiro, gerando impacto direto nas ofertas de compra e venda.
O risco, em maior ou menor grau, é algo inerente a todas as categorias de investimento e é exatamente por isso que estratégias como a diversificação de carteira são bastante difundidas entre os investidores, para diluir possíveis ameaças aos ativos. Junto a isso, existe também a procura por segurança em momentos de iliquidez, que está diretamente associada a controles eficientes. Um exemplo claro disso são as novas regras de gestão de liquidez dos fundos de investimento, regulamentados pela Instrução CVM 555.

 

Gerenciamento do risco de liquidez, à luz da nova regulação dos fundos

A compreensão das informações relacionadas aos investimentos é imprescindível para uma administração e gestão de riscos eficiente, já que ela norteia o investidor na tomada de decisão e análise da posição de liquidez diária dos seus ativos no mercado. Dessa forma, podemos tomar como exemplo as novas regras de gestão dos Fundos 555 abertos. Elas representam uma necessidade antiga e finalmente foram colocadas em prática durante o período da pandemia.
Essa nova diretriz visa aperfeiçoar o funcionamento dos controles relacionados aos riscos de liquidez e proporcionar uma união entre as informações do ativo e do passivo. Junto a isso, torna-se necessário reforçar ainda mais a importância do gerenciamento eficiente de gestão de risco de liquidez. E isso pode ser feito seguindo três etapas essenciais:

 

Crie uma estrutura analítica para cálculo de riscos

Elaborar uma análise mais apurada dos efeitos da alteração de custos e liquidez é uma boa estratégia para minimizar o impacto de choques de mercado.Isso porque quando se cria uma estrutura analítica, é possível agrupar os riscos, organizá-los em categorias e posteriormente dividi-los em níveis.
Desse modo, é mais simples identificar e analisar as ameaças, possibilitando a elaboração de um plano de ação que acompanhe as oscilações do mercado.

 

Integre seus processos de gestão de risco

A integração dos processos de gestão de riscos auxilia na verificação dos impactos financeiros em diversos cenários e no cruzamento de informações vitais para o planejamento de ações futuras de modo a reduzir os impactos de um risco.

 

Gerencie seus dados

O gerenciamento de dados permite a integração de informações de mercado, atualizações de carteira de investimentos e ROIC (Return on Invested Capital) tomando como base, cenários variados. Além disso, a coleta e interpretação adequada de informações são muito úteis para acompanhamento do desempenho de carteira.

 

A importância da classificação dos riscos de liquidez nos investimentos

A classificação dos riscos de liquidez conforme a sua categoria de investimentos, é uma das estratégias utilizadas para melhor compreensão do mercado e auxilia no processo de criação de estratégias de posicionamento e negociação dos ativos. Nesse sentido, ao considerarmos os principais investimentos do mercado, é possível fazer uma classificação simplória dos riscos de liquidez de cada um deles:

 

Investimentos de alto risco de liquidez

• Imóveis.

 

Investimentos de médio risco de liquidez

• Títulos privados;
• Fundos de investimento;
• Crowdfunding Imobiliário.

 

Investimentos de baixo risco de liquidez

• Poupança;
• Ações com grande volume de negociação;
• Tesouro direto.
Perceba que essa classificação, é apenas uma demonstração rígida de como a separação dos ativos permite uma visão ampla do gerenciamento de riscos. Sendo assim, esse é um instrumento de análise que carece de outras informações igualmente relevantes, como as de mercado, por exemplo.
Além disso, os aspectos ligados à segurança, rentabilidade e liquidez devem estar alinhados ao perfil do investidor e aos seus objetivos a curto, médio e longo prazo.

 

A adoção de recursos tecnológicos na gestão de riscos de liquidez

Para garantir a eficiência e qualidade na gestão de riscos é fundamental o uso de boas ferramentas de monitoramento.Nesse sentido, a utilização de recursos tecnológicos é a melhor forma para gerenciar uma carteira de investimentos, sobretudo as que possuem um grande volume de aplicações.
O uso adequado dessas tecnologias, proporciona uma série de vantagens como:
• A possibilidade de simulação das operações em tempo real;
• Customização de cenários de estresse;
• Análise de um grande volume de carteiras em curtíssimo tempo.

Isso tudo, a Britech disponibiliza aos seus clientes através de um sistema de riscos robusto e que controla a aderência dos limites de liquidez de forma automatizada, possibilitando a realização de parametrizações totalmente personalizadas.
Entendeu a importância do gerenciamento do risco de liquidez? Então, aproveite para conhecer um pouco mais sobre a Britech e como podemos ajudar em tudo que envolve a gestão de investimentos.

Saiba mais agora!

Agende uma demonstração e explore como os relatórios certos, painéis que suportam decisões e ferramentas inteligentes podem ajudá-lo a impulsionar o crescimento e a satisfação do investidor.

Agende uma Demonstração

Agende uma Demonstração