Enquadramento e Principais regras dos clubes de investimentos

Por Alexandre Farah Diniz on

Três pessoas ou mais, decidem reunir os seus recursos e aplicar em títulos e valores mobiliários. Esse é o princípio de um movimento que logo se transformará em um Clube de Investimentos. Segundo os dados recentes da B3, o Brasil conta com cerca de 1520 Clubes de Investimentos registrados. Esses clubes são geralmente compostos por amigos e familiares, que têm o objetivo de aprender ou desenvolver habilidades no mercado de capitais.

Essa modalidade de investimentos, possui uma regulação própria estabelecida pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e está sujeita a algumas regras que garantem o seu funcionamento.

Clube de investimentos: entenda o enquadramento e as principais regras.

O funcionamento de um clube de investimentos requer o cumprimento de algumas regras. As principais são:

• O clube deve ter no mínimo 3 e no máximo 50 cotistas (pessoas naturais);
• A realização de transações precisa ser de responsabilidade de uma corretora ou banco de investimentos;
• O cotista não pode ter mais de 40% do total de cotas do Clube;
• O patrimônio do grupo deve ser composto por no mínimo 60% em ações ou outros títulos equivalentes;
• A integralização das cotas precisa ser realizada em moeda corrente ou títulos e valores mobiliários;
• É necessário efetuar o encerramento e elaboração de demonstrações financeiras do exercício a cada 12 meses;
• Um terceiro pode realizar o gerenciamento da carteira, desde que autorizado pela CVM. Essa atividade pode ser exercida também por um ou mais cotistas mediante eleição na assembleia-geral;
• Uma assembleia geral precisa ser realizada 120 dias após encerramento do exercício para a discussão de assuntos inerentes ao clube.

Diferenças entre um clube de investimentos e um fundo.

Embora seja bastante parecido, um clube de investimentos difere do fundo em algumas questões essenciais. A primeira delas está relacionada à personalidade dos grupos.
Um fundo de investimentos precisa ser necessariamente montado e gerido por pessoas jurídicas, geralmente instituições financeiras.
Já o clube é criado por pessoas físicas, sendo que muitas delas possuem pouca experiência no mercado de capitais. No entanto, a sua administração precisa ser feita por uma instituição financeira, como corretora ou banco de investimento.
Além disso, existem outras diferenças que abrangem questões burocráticas e de funcionamento, como:
• Os fundos de investimentos não possuem limite de membros como acontece nos clubes;
• Os clubes de investimentos têm uma autonomia maior que os fundos no que diz respeito à administração da carteira;
• Para o fundo, as exigências são mais rígidas e incluem a realização de auditorias e fiscalizações da CVM;
• No fundo, o cotista possui maior liberdade de negociação e está autorizado a fazer compra e venda de cotas na bolsa, a qualquer momento. Já no clube, não existe essa possibilidade.

Como abrir um clube de investimento?

Além de atender as exigências básicas como o número mínimo de pessoas, para saber como abrir clube de investimentos é preciso seguir alguns passos, veja:
• Determinar o valor de aplicação de cada integrante;
• Abrir conta em uma corretora ou banco de investimento;
• Criar o estatuto do clube, onde serão estabelecidas todas as regras de funcionamento, conduta e política de investimentos;
• Definir e informar o nome do clube à Comissão de Valores Mobiliários para aprovação.
• Após o cumprimento desses passos é necessário transferir para o clube, o aporte inicial de cada integrante. Assim, todos terão direito às cotas proporcionais pelo valor aplicado.

Benefícios de um clube de investimentos

Agora que já sabemos quais são os princípios de um clube de investimentos, é interessante entender quais são as principais vantagens. Acompanhe!

Ambiente ideal para aprendizado

Como essa modalidade de investimentos é bastante flexível, o clube de investimentos pode ser um ótimo lugar para trocar experiências e tirar dúvidas com os que possuem mais conhecimento sobre o assunto.Além disso, o investidor inexperiente terá a oportunidade de conhecer o mercado na prática enquanto vai aprimorando as suas estratégias nos investimentos.

Tributação simplificada

A tributação das operações de um clube de investimentos é mais simplificada, tendo em vista que ela ocorre apenas no momento do resgate e não há incidência de imposto come-cotas, como acontece nos fundos. Dessa forma, é aplicada uma alíquota de 15% sobre o rendimento líquido, e o administrador do clube fica com a responsabilidade de efetuar o recolhimento do imposto.
Por fim, há também o custo com a taxa de administração do clube, que deverá ser fixa e expressa em percentual conforme o seu patrimônio líquido anual, obedecendo às regras do Regulamento de Clube de Investimento.

Flexibilidade estratégica

Como o relacionamento entre os cotistas de um clube é mais estreito, as estratégias e ajustes tornam-se mais simples, sempre favorecendo os interesses do grupo.

Mais alternativas de investimentos

Como os investimentos são realizados em conjunto, fica mais fácil adquirir ativos que talvez não fossem tão acessíveis do ponto de vista financeiro para um único investidor.

Apoio qualificado

Em um clube de investimentos, a decisão final geralmente fica por conta de um gestor qualificado. Sendo assim, não é necessário gastar tanto tempo na análise de resultados e elaboração de estratégias.

Gerenciamento eficiente para um clube de investimentos.

O gestor de investimentos pode ser um profissional ou pessoa jurídica credenciada pela CVM. Esse integrante exerce um papel importantíssimo na tomada de decisões e alocações de recursos. Além disso, o gestor deve planejar todas as estratégias de investimento observando os interesses do clube.

BRITech: a melhor opção para o gerenciamento de um clube de investimentos

A utilização de ferramentas que contribuem para a otimização dos processos é fundamental para o sucesso de um clube de investimento.Para isso, a BRITech é a melhor opção do mercado. Utilizando a nossa plataforma, você tem à sua disposição uma visualização completa da carteira de investimento, de relatórios comparativos e outras informações relevantes. Além de contar com uma empresa com sólida experiência, você também terá acesso a ambientes virtuais com tecnologia intuitiva e de última geração.
Isso significa mais eficiência e rapidez nos processos do seu negócio. Então, conheça mais sobre as nossas soluções!

Saiba mais agora!

Agende uma demonstração e explore como os relatórios certos, painéis que suportam decisões e ferramentas inteligentes podem ajudá-lo a impulsionar o crescimento e a satisfação do investidor.

Agende uma Demonstração

Agende uma Demonstração