Como prover a segurança de informação e de dados no ambiente digital?

Por Alexandre Farah Diniz on

A segurança de informação e de dados no ambiente digital é essencial para o bom andamento das instituições. Por esse motivo, torna-se cada vez mais urgente a implementação de processos que possibilitem a detecção e o combate de possíveis ameaças cibernéticas no ambiente digital. Essa realidade ficou mais visível no contexto da pandemia, que forçou a adesão ao trabalho remoto, resultando assim no aumento do fluxo de dados organizacionais em redes domésticas que nem sempre são confiáveis. Outro evento que contribuiu fortemente para o aumento da discussão sobre a segurança de informação, foi o surgimento da Lei de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) que está em vigor há mais de um ano no Brasil.
Esse assunto vem sendo amplamente discutido nos ambientes organizacionais. Aqui na BRITech, por exemplo, dedicamos um webinar no BRITech Talks em parceria com a Oracle para falarmos sobre o tema com especialistas da área.
Tendo em vista tudo isso, veremos a seguir os principais recursos para a segurança da informação no mercado financeiro e outros aspectos importantes.

Gestão da segurança da informação no mercado Financeiro

No mercado financeiro, a necessidade de segurança da informação digital já é um tema bastante debatido, mas ainda desafiador à medida que a tecnologia avança e os ataques nos ambientes digitais tornam-se mais sofisticados e agressivos. Dessa forma, conforme a Resolução nº 4.658 do Banco Central, as instituições financeiras do Brasil estão obrigadas a adotarem uma política de segurança cibernética, de modo a proteger as informações dos acionistas e demais clientes do mercado contra possíveis fraudes e incidentes.
Cientes de tudo isso, a imensa maioria (96%) das instituições associadas à ANBIMA adotam medidas de proteção e prevenção aos ataques no ambiente digital, segundo o Relatório de Cibersegurança 2020. Isso revela que as entidades do mercado financeiro já reconhecem a importância da utilização da tecnologia para garantir boas práticas de proteção de informações e se preocupam com a segurança da informação em suas operações. Em nosso webinar sobre segurança em nuvem, o diretor técnico da Oracle, Rafael Zani, reforça a necessidade de se proteger contra vazamentos de dados no ambiente digital ressaltando que:
“Existem inúmeros tipos de ameaças atualmente, dentre elas o vazamentos de dados, malwares, roubo de identidade e ataques em aplicações web”.

Por que se proteger contra vazamentos de informações?

Pode parecer óbvio, mas a proteção contra vazamentos de informações no mercado financeiro é uma necessidade constante. Além disso, quando não cumprida ela pode acarretar enormes prejuízos para as organizações e, principalmente, para os seus clientes. Assim, com a vigência da Lei de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) todas as empresas que armazenam e gerenciam informações de seus clientes devem manter os registros seguros e indisponíveis a terceiros. Nesse sentido, o não cumprimento das regras previstas na LGPD pode gerar multas milionárias e ainda prejudicar a reputação das instituições.

Itens de segurança de dados

Como as empresas do mercado financeiro precisam adotar medidas preventivas contra o vazamento de informações e outros tipos de riscos, torna-se indispensável o uso de mecanismos de segurança de dados. Para isso, é necessária a utilização de, no mínimo, três recursos de segurança de dados em todos os processos que envolvem a manipulação e troca de dados sigilosos. Entenda um pouco mais sobre o funcionamento desses recursos a seguir.

Autenticidade

A autenticidade é um princípio da segurança da informação digital que permite garantir a identidade do remetente de uma informação.Um exemplo disso é o certificado representado por um cadeado encontrado na barra de navegação de um site que, quando clicado, fornece as informações da sua origem, garantindo assim um ambiente seguro de navegação.
Outro exemplo de autenticidade pode ser observado nas redes sociais, onde encontramos contas com um pequeno sinal de verificação. Essa é uma forma de atestar a veracidade do perfil e de quem está controlando a conta. Dessa forma, esse recurso pode ser aplicado em diferentes meios digitais e costuma ser de fácil identificação.

Criptografia

A criptografia é uma estratégia de segurança de dados bastante conhecida e utilizada, que consiste em codificar informações importantes de modo a prevenir o seu vazamento.Esse recurso é imprescindível nas transações financeiras e garante que os seus processos ocorram sigilosamente. Além disso, apenas quem está de posse de uma chave privada poderá ter acesso às informações enviadas.
Assim, a criptografia tem o papel de proteger a integridade e privacidade de todos os envolvidos na troca de informações no ambiente digital. Um exemplo disso é a tecnologia Blockchain, que atualmente é muito utilizada nas movimentações de criptoativos.

Padronização de Processos

Na padronização de processos, é criada uma documentação que descreve como uma empresa deve realizar os seus procedimentos internos em cada setor. Isso pode ser feito cumprindo algumas obrigações, como:

  • Descrever detalhadamente os processos e seus objetivos;
  • Estipular data de início e término;
  • Determinar os responsáveis por cada fase dos processos;
  • Estabelecer as diretrizes e sequências para execução das etapas;
  • Definir os resultados esperados em cada processo.
  • Para o gerenciamento desses processos, podem ser utilizados vários recursos de tecnologia da informação, como sistemas de gestão e software de gestão de projetos. Junto a isso, o treinamento de equipes é fundamental para a prevenção e respostas adequadas a possíveis incidentes de segurança.Isso auxilia no monitoramento das atividades em uma instituição e no alcance de resultados satisfatórios com a menor margem de erro possível.Sendo assim, a padronização de processos e todos os elementos que a compõem, tem o objetivo principal de tornar mais seguro o desenvolvimento das tarefas relacionadas ao armazenamento e troca de informações.

    Gerenciando os seus investimentos com segurança

    A BRITech garante a segurança de todas as informações dos usuários da sua plataforma. Dessa forma, os dados coletados em nosso ambiente digital contam com os necessários padrões de segurança, confidencialidade e integridade.
    Isso quer dizer que os nossos clientes podem gerenciar informações sigilosas em um local totalmente seguro e com tecnologia de ponta. Para isso, implementamos, em parceria com a Oracle Cloud, medidas para proteção dos ambientes hospedados em nuvem, como:
    Adoção de práticas de segurança que reduzem os riscos de ameaças avançadas, garantindo assim a privacidade e segurança para os dados dos nossos clientes;
    Aplicação automatizada de melhores práticas de segurança na gestão do hardware e software;
    Criptografia em todas as fases de movimentação de dados na plataforma.
    Para entender melhor essas medidas, acesse o BRITech Talks e assista ao nosso webinar sobre o assunto.
    Por fim, como sabemos que você também preza pela segurança da informação nos seus negócios, conheça melhor a BRITech e todas as suas soluções para gerenciamento seguro dos investimentos.

    Saiba mais agora!

    Agende uma demonstração e explore como os relatórios certos, painéis que suportam decisões e ferramentas inteligentes podem ajudá-lo a impulsionar o crescimento e a satisfação do investidor.

    Agende uma Demonstração

    Agende uma Demonstração