Como comparar papéis de Renda Fixa

By Guilherme Chian on

Quando abrimos o aplicativo da corretora de investimentos, existem tantas opções de papéis de renda fixa que ficamos na dúvida em qual seria o mais rentável. Isso é normal, dado que existem muitos índices aos quais esses papéis podem estar atrelados, existem papéis com isenção fiscal para pessoa física, a inflação pode impactar a rentabilidade real dos ativos, etc. Aqui mostraremos uma forma simples e eficiente de como comparar os ativos considerando esses fatores citados.

Vamos imaginar as seguintes ofertas de papéis, com vencimento em 1 ano:

CDB pré-fixado –> 15,50% a.a.

CDB pós-fixado –> 120% do CDI a.a.

CDB IPCA –> IPCA + 8,6% a.a.

LCA pré-fixado –> 12% a.a.

LCA pós-fixado –> 98% do CDI a.a.

LCA IPCA –> IPCA + 5% a.a.

Um ponto importante é que os papéis quem possuem isenção fiscal, como as LCA’s/LCI’s, geralmente possuem uma taxa bruta menor justamente por não ter a cobrança de imposto de renda. Logo, forma simples e eficiente de fazer a comparação é utilizar planilhas para simular qual papel teria a maior rentabilidade. Para fazer a simulação, é necessário fazer premissas de índices macroeconômicos, pois os únicos ativos que teremos certeza da rentabilidade no período são os pré-fixados, que já possuem uma taxa pré-determinada. Para ativos atrelados ao CDI ou IPCA, é necessário utilizar as projeções de mercado.

Vamos considerar que o IPCA será 5,08%, conforme projetado pelo relatório Focus do Banco Central da data de 02/12/2022:

Adicionalmente, o relatório informa que a Selic começa em 13,75% e terminará em 11,75%, mas sabemos que a taxa vai diminuindo gradualmente, então vamos considerar que a taxa Selic média é de 12,50% a.a. em 2023. Como via de regra o CDI é 0,10 ponto percentual menor que a Selic, vamos utilizar um CDI médio de 12,40% a.a.

Para comparar os ativos, basta preencher os parâmetros nas calculadoras de renda fixa que existem no mercado para comparar as rentabilidades:

Com a planilha, que está disponível no final do artigo, é possível comparar as rentabilidades mesmo com os papéis que são isentos de IR para pessoa física. Com isso, conseguimos observar que os papéis mais rentáveis, se mantidos até o vencimento, são os CDB’s pré, de rentabilidade bruta de 15,50% e líquida de 13,33% e pós-fixado a 120% do CDI, com rentabilidade líquida de 12,95%. O papel com menor rentabilidade no cenário é a LCA IPCA + 5%, mesmo com isenção de imposto de renda.

Apesar da renda fixa ser a classe de ativos mais seguros, existem outros pontos que o investidor precisa estar atento ao selecionar o papel:

Risco de crédito/contraparte: é importante considerar qual instituição financeira tem o menor risco de inadimplência, apesar de títulos como o CDB, LCI e LCA contarem com garantia do FGC (Fundo Garantidor de Créditos), instituição que protege o investidor até um teto de R$ 250 mil por instituição ou CPF até o limite de R$ 1 milhão a cada 4 anos.

Liquidez: muitos papéis possuem liquidez apenas no vencimento ou resgate com ágio/deságio.

Faça aqui o download da planilha.

Saiba mais agora!

Agende uma demonstração e explore como os relatórios certos, painéis que suportam decisões e ferramentas inteligentes podem ajudá-lo a impulsionar o crescimento e a satisfação do investidor.

Agende uma Demonstração

Agende uma Demonstração